Análise dos incidentes relacionados à assistência à saúde no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, nos anos de 2016 e 2017

Palavras-chave: Vigilância em Saúde, Segurança do Paciente, Vigilância Sanitária

Resumo

Introdução: Os incidentes relacionados à assistência à saúde representam um sério problema de saúde pública por estarem associados ao aumento da mortalidade, tempo de internação e custos no tratamento. Nesse contexto, o monitoramento e vigilância permanente da ocorrência de incidentes por parte dos serviços de saúde são importantes ferramentas de prevenção. Objetivo: Descrever e avaliar a qualidade das notificações dos incidentes relacionados à assistência ocorridos no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, entre os anos de 2016 e 2017. Método: Estudo descritivo que se propõe a calcular a prevalência de incidentes notificados e analisar suas variáveis a partir de dados secundários. Resultados: Um total de 1.059 eventos foi notificado entre os anos pesquisados, a maioria em hospitais, com grau de dano leve e durante a prestação de cuidados. A faixa etária mais acometida foi a de idosos e os incidentes mais frequentes foram as quedas. Os never events mais frequentes foram as úlceras por pressão e a qualidade das notificações mostrou-se baixa em geral. Conclusões: É importante que o monitoramento de riscos e a notificação de incidentes sejam práticas permanentes nos serviços de saúde e que os dados notificados sejam utilizados como ferramenta para a melhoria constante dos processos de cuidado.

Biografia do Autor

Joaquim Basso Cartana, Escola de Saúde Pública, Porto Alegre, RS, Brasil

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal de Santa Maria (2011).

Anelise Breier, Secretaria Municipal da Saúde, Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Porto Alegre, R, BrasilS

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1983) e mestrado em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas (2005). Atualmente é enfermeiro da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, professor da Escola de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul, professor convidado da Escola Superior de Gestão e Ciências da Saúde e professor convidado da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: políticas de saúde, saúde pública, vigilância em saúde, epidemiologia e controle de infecção.

Taís Anelo, Secretaria Municipal da Saúde, Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Porto Alegre, RS, Brasil

Graduação em Enfermagem pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2008). Mestre em Ensino na Saúde pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Especialista em Enfermagem em Terapia Intensiva e Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente, MBA em Controle de Infecção e Gestão em Saúde. Atualmente atua na Coordenação Municipal de Controle de Infecção e Núcleo de Segurança do Paciente da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS) - Secretaria Municipal de Saúde - Prefeitura de Porto Alegre. Docente do Curso de Enfermagem do Centro Universitário Metodista IPA.

Publicado
2020-02-27
Como Citar
Cartana, J., Breier, A., & Anelo, T. (2020). Análise dos incidentes relacionados à assistência à saúde no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, nos anos de 2016 e 2017. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 8(1), 71-79. https://doi.org/10.22239/2317-269x.01315