Condições higienicossanitárias em restaurantes populares de cidades brasileiras

Vigil Sanit Debate, Rio de Janeiro, 2023, v.11: e02111 | Publicado em: 31/10/2023

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269x.02111

Palavras-chave:

Boas Práticas de Manipulação, Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar , Restaurantes, Ensaios de Migração e Segurança Alimentar, Vigilância Sanitária

Resumo

Introdução: Os restaurantes populares visam garantir a segurança alimentar e nutricional em populações socialmente vulneráveis, fornecendo refeições nutricionalmente balanceadas e em condições higienicossanitárias adequadas. Para tanto, é necessário implantar e implementar medidas de controle sanitário e de higiene. Objetivo: Avaliar as condições higienicossanitárias de restaurantes populares de cidades brasileiras. Método: Estudo transversal, descritivo, realizado de novembro a dezembro de 2020, em 11 restaurantes populares, nos municípios de Belém (PA), São Luís e Paço do Lumiar (MA), São Paulo (SP), Niterói (RJ) e Brasília (DF). Na avaliação das condições higienicossanitárias, aplicou-se a Lista de  Verificação das Boas Práticas para Serviços de Alimentação, com base na RDC n° 216, de 15 de dezembro de 2004, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, contendo 156 itens categorizados em 12 grupos. Calculou-se o percentual de adequação dos estabelecimentos, sendo classificado em: “adequado”, “parcialmente adequado” e “inadequado”. Resultados: As condições higienicossanitárias dos  restaurantes populares apresentaram média geral de adequação de 85,4%, obtendo classificação “adequado”. O único grupo que apresentou menor média de adequação classificada como “parcialmente adequado” (73,7%) foi “edificações, instalações, equipamentos, móveis e  utensílios”. Os demais grupos foram classificados como “adequados”. Conclusões: Os restaurantes populares apresentaram, na média global de adequação, condições higienicossanitárias adequadas para a produção de refeições. Todavia, é necessário corrigir as inadequações encontradas no grupo cuja média foi “parcialmente adequada”, de modo a evitar o risco sanitário e garantir a distribuição de refeições seguras aos consumidores. Cabe à Vigilância Sanitária municipal inspecionar e monitorar o cumprimento das normas sanitárias vigentes por esses estabelecimentos.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

Publicado

2023-10-31

Como Citar

Condições higienicossanitárias em restaurantes populares de cidades brasileiras: Vigil Sanit Debate, Rio de Janeiro, 2023, v.11: e02111 | Publicado em: 31/10/2023. (2023). Vigilância Sanitária Em Debate , 11, 1-9. https://doi.org/10.22239/2317-269x.02111

Artigos Semelhantes

1-10 de 667

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.