Impacto da pandemia de COVID-19 no funcionamento de do banco de leite humano de um hospital maternidade do município do Rio de Janeiro, Brasil

Vigil Sanit Debate, Rio de Janeiro, 2023, v.11: e02128 | Publicado em: 03/10/2023

Autores

  • Ana Paula Abreu de Souza Moreira Serviço de Nutrição, Hospital Municipal Lourenço Jorge, Maternidade Leila Diniz, Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil Autor https://orcid.org/0000-0003-2317-1075
  • Aline Gomes de Mello de Oliveira Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil Autor https://orcid.org/0000-0002-5894-2258
  • Thadia Turon Costa da Silva Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil Autor https://orcid.org/0000-0001-8322-3821

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269x.02128

Palavras-chave:

Banco de Leite Humano, Aleitamento Materno, Qualidade da Assistência à Saúde

Resumo

Introdução: O Banco de Leite Humano (BLH) é um serviço especializado, vinculado a um hospital materno e/ou infantil, responsável por ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e execução de atividades de coleta, processamento, controle de qualidade e distribuição do leite humano (LH). Assim como a maioria dos serviços de saúde, esse serviço especializado sofreu impactos durante a pandemia de COVID-19. Objetivo: Conhecer o impacto da pandemia de COVID-19 no BLH da Maternidade Leila Diniz, Rio de Janeiro, fornecendo conhecimento necessário aos gestores para ampliar as estratégias de captação de LH além da proteção e promoção do aleitamento materno. Além disso, buscou-se descrever as estratégias utilizadas para promover a captação do LH durante a pandemia de COVID-19. Método: Os indicadores coletados foram o número de atendimentos individuais, número de visitas domiciliares, número de doadoras, número de receptores, volume de leite coletado, volume de leite distribuído, número de análises microbiológicas, número de análises de crematócrito, número de análises de acidez Dornic e volume de leite humano pasteurizado (LHOP) nos períodos de fevereiro de 2019 a março de 2021, realizados pelo BLH da Maternidade Leila Diniz. Foram comparados os indicadores referentes aos períodos anterior e durante a pandemia de COVID-19. Resultados: No período da pandemia, apesar da redução do número de atendimentos individualizados no BLH, houve substancial aumento nas visitas domiciliares, o que promoveu maior volume de LH coletado e distribuído, consequentemente maior número de análises de qualidade do LH (microbiológica, crematócrito e acidez Dornic) foram realizadas assim como um maior volume de LH foi pasteurizado. Conclusões: Mesmo em época de pandemia e isolamento social, foi possível manter o fornecimento de LHOP para atender aos recém-nascidos prematuros ou de baixo peso na Unidade Neonatal.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Ana Paula Abreu de Souza Moreira, Serviço de Nutrição, Hospital Municipal Lourenço Jorge, Maternidade Leila Diniz, Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Aline Gomes de Mello de Oliveira , Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Thadia Turon Costa da Silva, Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Publicado

2023-10-03

Como Citar

Impacto da pandemia de COVID-19 no funcionamento de do banco de leite humano de um hospital maternidade do município do Rio de Janeiro, Brasil: Vigil Sanit Debate, Rio de Janeiro, 2023, v.11: e02128 | Publicado em: 03/10/2023. (2023). Vigilância Sanitária Em Debate , 11, 1-8. https://doi.org/10.22239/2317-269x.02128

Artigos Semelhantes

1-10 de 678

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)