Molecular identification of Pseudoplatystoma sp. fish fillets by Multiplex PCR

  • Cátia Maria de Oliveira Lobo Universidade Federal Fluminense
  • Fabio Porto-Foresti Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Bauru, SP, Brasil
  • Fernanda Dotti do Prado Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Bauru, SP, Brasil
  • Renata Torrezan Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA-CTAA), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Ângela Aparecida Lemos de Furtado Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA-CTAA), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  • Carlos Adam Conte Junior Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil
  • Eliane Teixeira Mársico Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil
Palavras-chave: Cachapinta, Cachara, Hibridação, Identificação Genética, Pintado

Resumo

Título PT: Identificação molecular de filés de peixe Pseudoplatystoma sp. por PCR-Multiplex

Marcadores moleculares (PCR-Multiplex de genes nucleares e mitocondriais) foram utilizados para verificar a identidade molecular de filés de peixe comercializados como pintado (Pseudoplatystoma corruscans) com base em polimorfismos de regiões do DNA nuclear (genes RAG2, globina e EF1) e mitocondriais (16S) para verificar se os filés pertenciam a espécie pura de pintado ou se eram híbridos derivados do cruzamento entre cachara (Pseudoplatystoma reticulatum) e pintado (Pseudoplatystoma corruscans). Os filés analisados (n = 29) apresentaram genes nucleares de ambas espécies P. corruscans e P. reticulatum, e desta forma, foram identificados como híbridos interespecíficos ou F1 (primeira geração filial) do tipo “cachapinta” resultante do cruzamento entre uma fêmea de cachara e um macho de pintado. Estes resultados mostram que o monitoramento da comercialização de filés de peixe é fundamental para identificar situações onde existem diferenças entre as espécies comercializadas e as informações declaradas no rótulo. Espécies em que a hibridação tem sido frequentemente realizada como é o caso do pintado e da cachara, merecem atenção especial.

Biografia do Autor

Cátia Maria de Oliveira Lobo, Universidade Federal Fluminense

Laboratório de Controle Físico-químico de Alimentos da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal Fluminense. Doutoranda em Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal - UFF.

Publicado
2014-08-28
Como Citar
Lobo, C. M., Porto-Foresti, F., Prado, F., Torrezan, R., Furtado, Ângela, Conte Junior, C., & Mársico, E. (2014). Molecular identification of Pseudoplatystoma sp. fish fillets by Multiplex PCR. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 2(3), 64-70. https://doi.org/10.3395/vd.v2i3.217
Seção
Artigo