Vigilância sanitária e pesquisa-ação: a emergência de novas tecnologias no processo de trabalho e em pesquisa

Autores

  • Daniella Guimarães Araújo Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Brasília, DF, Brasil Autor
  • Marilene Barros Melo Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESPMG), Belo Horizonte, MG, Brasil Autor
  • Luiz Carlos Brant Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESPMG), Belo Horizonte, MG, Brasil Autor
  • Francisco Cecílio Viana Centro Mineiro de Estudos Epidemiológicos e Ambientais (CEMEA), Belo Horizonte, MG, Brasil Autor
  • Max André dos Santos Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte (SMS/MG), Belo Horizonte, MG, Brasil Autor

DOI:

https://doi.org/10.3395/vd.v1n3.50

Palavras-chave:

Pesquisa-ação, Vigilância Sanitária, Mobilização Social

Resumo

Este artigo resulta da pesquisa-ação “A experiência de implantação do Plano diretor de Vigilância Sanitária – PDVISA – em um contexto municipal”. Tem como objetivo analisar as quatro tecnologias que emergiram a partir dessa investigação, não usuais em pesquisa ou no processo de trabalho. Foram caracterizadas como tais devido a terem assumido a posição de produtos da pesquisa e de instrumentos para a coleta de informações, contribuindo para a consolidação do estudo. A primeira, denominada de Histórias da VISA real, introduziu a técnica de contar histórias baseada nas experiências vividas pelos trabalhadores. A segunda, o seminário Vigilância Sanitária, Integralidade e Mobilização Social, favoreceu a inclusão da comunidade e setor regulado em discussões sobre a integralidade e mobilização social. A terceira, o projeto VISAMAIS, buscou ações educacionais com setores da comunidade. E a quarta foi a recepção da Mostra cultural VISA e cidadania, do CECOVISA/FIOCRUZ, como uma estratégia de aproximar a comunidade das ações em VISA. Essas tecnologias influíram favoravelmente na transformação da realidade em VISA ao se firmarem na fundamentalidade da escuta das múltiplas vozes e na responsabilização dos diversos sujeitos que constituem as práticas em Vigilância Sanitária.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Daniella Guimarães Araújo, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Brasília, DF, Brasil

    Farmacêutica, especialista em Saúde Pública e Vigilância Sanitária.Chefe do Núcleo de Educação , Pesquisa e Conhecimento -NEPEC/ ANVISA

     

Downloads

Publicado

2013-08-30

Edição

Seção

Artigo

Como Citar

Vigilância sanitária e pesquisa-ação: a emergência de novas tecnologias no processo de trabalho e em pesquisa. (2013). Vigilância Sanitária Em Debate , 1(3), 11-18. https://doi.org/10.3395/vd.v1n3.50

Artigos Semelhantes

1-10 de 574

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)