Objetivos estratégicos de Agências Reguladoras em Saúde: um estudo comparativo internacional

Palavras-chave: Planejamento Estratégico, Objetivos Estratégicos, Regulação Sanitária, Agências Reguladoras

Resumo

Introdução: Esse artigo apresenta um panorama comparativo entre os mapas estratégicos atualmente vigentes de três das grandes agências reguladoras de peso mundial, de modo a possibilitar a análise dos objetivos de futuro desses entes, assim como entender alinhamentos e particularidades de cada organização. Objetivo: Analisar e comparar os mapas estratégicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no Brasil; do US Food and Drug Administration (FDA), nos Estados Unidos; e da European Medicines Agency (EMA), da União Europeia. Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que utilizou o método de análise de conteúdo e a técnica de condensação de significados para estruturar e interpretar os achados. Resultados: Percebe-se que todas as entidades analisadas têm, na organização de sua gestão, a definição de processos de planejamento, com o desenho de objetivos estratégicos em mapas sintéticos e focados em problemas, declarando a estratégia com clareza, concisão e objetividade. Além disso, o grau de  homogeneidade de temas, assim como a redação coerente com o estado da arte do campo regulatório favorecem o alinhamento entre tais agências, possibilitando maior convergência regulatória internacional. Conclusões: Explicitar a estratégia da maneira correta ajuda a dotar a gestão organizacional de análise sistêmica, foco, direção e intencionalidade, o que certamente influi no atingimento dos resultados esperados.

Biografia do Autor

Rodrigo Lino de Brito, Ministério da Economia, Brasília, DF, Brasil

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2002) e cursou a residência multiprofissional (2004) e o mestrado (2007) em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães da Fundação Oswaldo Cruz. Atualmente, atua como Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG), concursado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), desenvolvendo trabalhos nas áreas de Planejamento, Inovação e de Gestão de Processos Organizacionais. Tem experiência nas áreas de Gestão Pública e de Saúde Coletiva.

Raquel Gonçalves Coimbra Flexa, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Possui Graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003), Mestrado em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ (2005) e Doutorado em Engenharia de Produção e Sistemas no CEFET-RJ (2018). É Professora Adjunta de Magistério Superior do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ), no Departamento de Engenharia de Produção, mas se encontra cedida ao Ministério da Economia para o cargo de Diretora de Gestão Estratégica.

Publicado
2019-08-27
Como Citar
Brito, R., & Flexa, R. (2019). Objetivos estratégicos de Agências Reguladoras em Saúde: um estudo comparativo internacional. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 7(3), 3-13. https://doi.org/10.22239/2317-269x.01271
Seção
Artigo