Pandemia da COVID-19: o maior desafio do século XXI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269X.01531

Palavras-chave:

COVID-19, SARS-CoV-2, Pandemia, Betacoronavírus

Resumo

Introdução: A pandemia da doença causada pelo novo coronavírus 2019, COVID-19, tem impactado sobremaneira o cenário mundial, agravando as taxas de morbidade e mortalidade. Diante desse cenário, é urgente a necessidade de capacitar e qualificar profissionais da área de saúde no enfrentamento dessa doença. Objetivo: Este estudo se propôs a realizar uma revisão narrativa sobre a COVID-19, abordando os aspectos relacionados à origem, à etiologia, às manifestações clínicas, ao diagnóstico e ao tratamento. Método: Trata-se de uma revisão narrativa da literatura, realizada a partir de periódicos científicos indexados na base de dados PubMed/MEDLINE, durante o período de janeiro a abril de 2020. Os seguintes descritores foram utilizados na pesquisa: “COVID-19”, “SARS-CoV-2” e “2019nCoV”. Resultados: Os artigos evidenciaram que a origem do SARS-CoV-2, agente causador da COVID-19, é incerta. A rápida propagação do vírus pode estar relacionada à forma de transmissão e capacidade de sobrevivência no ambiente externo. Os pacientes hospitalizados apresentam, em sua maioria, idade acima de 60 anos, presença de imunossupressão e comorbidades como hipertensão e diabetes. O diagnóstico é, basicamente, clínico e/ou associado ao exame molecular. Não há medicamento específico para o tratamento da COVID-19. No entanto, alguns parecem promissores e encontram-se em fase de ensaios clínicos. Conclusões: Os resultados apresentados podem orientar a prática de profissionais de saúde no contato direto com o cuidado às pessoas com a COVID-19. No entanto, mais estudos são necessários para melhor condução das estratégias de enfrentamento da pandemia.

Biografia do Autor

Sávio Breno Pires Brito, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), BA, Brasil

Graduando em medicina na Universidade Federal do Vale do São Francisco-BA (UNIVASF-BA). Membro fundador e responsável como diretor de pesquisa da Liga Acadêmica de Anatomia de Paulo Afonso (LAAPA). Membro do Grupo de Pesquisa, Ensino e Cuidado em Saúde (GPECS) da UNIVASF.

Isaque Oliveira Braga, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), BA, Brasil

Graduando em Medicina pela Universidade Federal do Vale do São Francisco, Campus Paulo Afonso - BA. Diretor de Pesquisa da Liga Acadêmica de Gastroenterologia e Hepatologia (LIGHT) do CMED-PAV. Membro do Grupo de Pesquisa Ensino e Cuidado em Saúde (GPECS).

Carolina Coelho Cunha, Instituto de Infectologia Emílio Ribas, São Paulo, SP, Brasil

Residente de Infectologia no Instituto de Infectologia Emílio Ribas - São Paulo/SP.

Maria Augusta Vasconcelos Palácio, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), BA, Brasil

Professora Adjunto A, nível 1, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), campus Paulo Afonso-BA, colegiado de Medicina. Doutorado em Educação em Ciências e Saúde, Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde-NUTES, Universidade Federal do Rio de Janeiro -UFRJ. Mestrado em Alimentos, Nutrição e Saúde pela Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia-UFBA. Graduação em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri-URCA. Atuou como professora substituta no departamento de Enfermagem da URCA, nas disciplinas de Saúde Coletiva I, Saúde Coletiva II e Estágio Supervisionado na área Comunitária - Saúde da Família. Foi bolsista da FAPERJ, na modalidade Bolsista NOTA 10, no Programa de Pós-Graduação do NUTES. Líder do Grupo de Pesquisa, Ensino e Cuidado em Saúde (GPECS)/UNIVASF. Integra o Grupo de Pesquisa Clínica, Cuidado e Gestão em Saúde (GPCLIN)/URCA. Temas relacionados às pesquisas: Tecnologias digitais de informação e comunicação no ensino da saúde; ambientes virtuais de aprendizagem, narrativas digitais; relação entre narrativa e experiência na formação em saúde; narrativas e experiência do processo de adoecimento e tratamento; ensino sobre hanseníase na graduação em saúde; ensino da saúde e formação em Atenção Primária à Saúde, com foco no processo de ensino-aprendizagem.

Iukary Takenami, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), BA, Brasil

Possui Graduação em Biomedicina pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), Mestrado e Doutorado pela Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa (PgBSMI) do Instituto Gonçalo Moniz (IGM/Fiocruz). Desenvolveu atividades de pesquisa vinculada ao Laboratório Avançado de Saúde Pública (LASP) do Instituto Gonçalo Moniz (IGM). Atualmente é professora Adjunto A, nível 1, membro do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), campus Paulo Afonso (Bahia), curso de graduação em Medicina. Integra o Grupo de Pesquisa Clínica Fiocruz em Tuberculose - Fiocruz e é vice-líder do Grupo de Pesquisa, Ensino e Cuidado em Saúde (GPECS/UNIVASF). Foco principal: imunopatogênese e marcadores imunológicos aplicados ao estudo das doenças micobacterianas; resposta imune ao BCG; tuberculose latente; metodologias ativas de aprendizagem; ensino médico.

Publicado

2020-04-28

Como Citar

Pires Brito, S. B., Braga, I. O., Cunha, C. C., Palácio, M. A. V., & Takenami, I. (2020). Pandemia da COVID-19: o maior desafio do século XXI. Vigilancia Sanitaria Em Debate, 8(2), 54-63. https://doi.org/10.22239/2317-269X.01531

Edição

Seção

COVID-19/SARS-CoV-2 Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)