Histórico do desenvolvimento e implementação de um sistema nacional de gerenciamento de amostras de produtos em Vigilância Sanitária

Autores

Palavras-chave:

Sistemas de Informação; Vigilância Sanitária; Amostras de Produtos; Serviços Laboratoriais de Saúde Pública

Resumo

Introdução: A informação é instrumento essencial para a tomada de decisões, e contribui para o processo “informação-decisão-ação”. Objetivo: Relatar a experiência do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde no desenvolvimento e na implantação de um sistema de informação nacional para o gerenciamento de amostras de produtos de interesse à saúde – do recebimento no laboratório até a emissão dos laudos analíticos – e apresentar a possibilidade de sua contribuição ao Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS). Método: Trata-se de um estudo de análise documental sobre o desenvolvimento e implantação do Harpya, suas evoluções e avanços de 1986 até 2020. O acesso ao sistema pelos usuários, a existência de base de dados centralizada, a implantação na Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Sanitária (RNLVISA) e a criação e utilização de catálogos padronizados nacionalmente foram discutidas. Resultados: Os dados e informações gerados pela RNLVISA sobre a qualidade de produtos podem gerar evidências científicas para a identificação do risco, sendo fundamentais para a tomada de decisões dos gestores. Além disso, contribuem para avaliação dos laboratórios e para o monitoramento dos produtos do mercado, subsidiando as ações de vigilância sanitária. Conclusões: Destacase a possibilidade de acesso aos dados em nível nacional por diferentes áreas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, subsidiando a coordenação do SNVS e, ainda,  que as informações do Harpya podem contribuir com outros sistemas de informação na resolução dos problemas de saúde pública existentes no país.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Adalberto Lamim da Silva, Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

    Graduado em Tecnologia da Informação pelo Centro Universitário Carioca (Unicarioca - 2008). Atualmente é Coordenador de Desenvolvimento de Sistemas da Life Tecnologia e Consultoria, alocado no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS/FIOCRUZ), está no INCQS desde 2004. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em metodologia de desenvolvimento e análise de processos. Atuando principalmente em: coordenar e implantar o sistema (Harpya) nacional de gerenciamento de amostras laboratoriais de vigilância sanitária, coordenar os projetos e operações de serviços de TI e identificar oportunidades de aplicação dessa tecnologia.

  • Rosane Gomes Alves Lopes, Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

    Doutora em Saúde Pública pela ENSP/Fiocruz. Pesquisador em Saúde Pública Adjunto na área de Vigilância Sanitária e Coordenadora do Núcleo Técnico de Alimentos do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde/FIOCRUZ-RJ desde o ano de 2009. Atua no Programa de Pós Graduação em Vigilância Sanitária do INCQS/FIOCRUZ coordenando as disciplinas "Vigilância e Controle da qualidade de alimentos" (lato sensu) e "Epidemiologia" (stricto sensu). Atua nos temas Políticas Públicas de Saúde, Vigilância Sanitária, Controle da Qualidade de Produtos e Serviços relacionados à saúde, Vigilância e Controle da Qualidade de Alimentos, Epidemiologia Aplicada à Saúde Pública e à Vigilância Sanitária.

  • Célia Maria Carvalho Pereira Araújo Romão, Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

    Possui graduação em Farmácia Bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1977), mestrado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985) e doutorado em Biologia Parasitária pela Fundação Oswaldo Cruz (2005). É Tecnologista em Saúde Pública senior do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz. Possui experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Controle Microbiológico de produtos sujeitos à vigilância sanitária, em especial os saneantes, atuando principalmente nos seguintes temas: desinfetantes, desinfecção e esterilização hospitalar e laboratorial, atividade antimicrobiana de desinfetantes, susceptibilidade de micro-organismos aos desinfetantes e outros biocidas.

  • Antônio Eugênio Castro Cardoso de Almeida, Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

    Diretor do INCQS -FIOCRUZ, nomeado pela portaria do MS n. 3551 de 1/11/2018 (DOU 212 de 05/11/2018). Representante do INCQS na Comissão da Farmacopeia Brasileira -portaria nº 1261 de 25/09/2018. Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal da Bahia (1978), mestrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986). Doutor em Vigilância Sanitária - área de concentração Qualidade de Produtos em Saúde, pela Fundação Oswaldo Cruz (2005). Membro permanente do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da FIOCRUZ. Desde 1983 é Tecnologista em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz.Tem experiência na área de Microbiologia e Imunologia, incluíndo o Controle de Qualidade de Produtos ligados a Saúde Pública com ênfase em Microbiologia Médica e Imunologia Aplicada (vacinas), atuando principalmente nos seguintes temas: Haemophilus influenzae e meningites bacterianas, Haemophilus influenzae não-b, Haemophilus influenzae não tipável (NT), sensibilidade aos antimicrobianos utilizados contra o H. influenzae e tipos de vacinas conjugadas, utilizadas atualmente, contra o Hib. Desenvolve estudos para novas vacinas, contra os H. influenzae não b. Participa também de projetos para melhoria de produtos biológicos (área de diagnóstico) ligados a Saúde Pública. e-mail: eugenio.almeida@incqs.fiocruz.br

  • Nélio Cézar de Aquino , Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Brasília, DF, Brasil

    Possui graduação em Farmácia Bioquímica pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (FCFRP-USP), mestrado em Fármacos e Medicamentos também pela FCRP-USP (2006), especialização em vigilância sanitária pela Fiocruz (2013) e especialização em Micropolítica da Gestão e Trabalho em Saúde pela UFF (2018). Profissionalmente, possui experiência em empresa privada do segmento farmacêutico e também como palestrante e professor em cursos de boas práticas de fabricação (BPF). Desde abril de 2007 é servidor de carreira da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Publicado

2020-11-30

Como Citar

Histórico do desenvolvimento e implementação de um sistema nacional de gerenciamento de amostras de produtos em Vigilância Sanitária. (2020). Vigilância Sanitária Em Debate , 8(4), 147-155. https://visaemdebate.incqs.fiocruz.br/index.php/visaemdebate/article/view/1575

Artigos Semelhantes

1-10 de 665

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.