Acciones de vigilancia sanitaria en las farmacias comunitarias: análisis de una consulta nacional

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269X.01972

Palabras clave:

Vigilância Sanitária; Farmácia Comunitária; Serviços de Saúde; RDC nº 44/2009

Resumen

Introdução: A Lei nº 13.021, de 8 de agosto de 2014, renovou o conceito de farmácia, impulsionando ações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a atualização da RDC n° 44, de 17 de agosto de 2009, como a realização de uma consulta dirigida ao Sistema Nacional de Vigilância Sanitária sobre a resolução. Objetivo: Identifcar ações de vigilância sanitária relacionadas aos serviços de saúde em farmácias comunitárias. Método: Trata-se de um estudo transversal descritivo realizado com dados secundários da consulta dirigida às Vigilâncias Sanitárias (Visa) municipais promovida em 2019 pela Anvisa. As respostas das 349 respondentes foram organizadas nos blocos “Considerações Gerais”, “Estrutura”, “Processo e Monitoramento” e categorizados conforme o formato de pergunta (aberta ou fechada) e o conteúdo, utilizando-se parâmetros de avaliação em saúde. Resultados: O compartilhamento do local da dispensação com outras atividades de saúde refletiu um risco sanitário quanto a estrutura. O gerenciamento dos resíduos foi o processo mais citado, superando aqueles relacionados à assistência farmacêutica. Quanto ao monitoramento, a Declaração de Serviços Farmacêuticos mostrou-se um bom instrumento para o registro das atividades realizadas, enquanto notifcações de eventos adversos e queixas técnicas não apareceram como rotineiros. A descentralização nas ações de Visa está bem estabelecida, mas evoluiu de forma desigual para produtos regulados e atividades de saúde, de forma que a RDC n° 44 de 2009 mostrou-se útil, mas desatualizada nos aspectos impactantes aos serviços de saúde. Conclusões: A delimitação de atividades de saúde em farmácias é um desafo para a vigilância sanitária, seja pelo ajuste do regulamento sanitário, seja pelas tecnologias de produtos e serviços que são atualizadas mais rapidamente do que a análise dos riscos envolvidos na sua exposição à população.

Descargas

Los datos de descarga aún no están disponibles.

Publicado

2022-02-28

Número

Sección

Artículo

Cómo citar

Acciones de vigilancia sanitaria en las farmacias comunitarias: análisis de una consulta nacional. (2022). Vigilancia En Salud En Debate: Sociedad, Ciencia Y Tecnología, 10(1), 25-33. https://doi.org/10.22239/2317-269X.01972

Artículos similares

1-10 de 662

También puede Iniciar una búsqueda de similitud avanzada para este artículo.