Mel de abelhas sem ferrão no Brasil: análise bibliométrica e revisão sistemática

Vigil Sanit Debate, Rio de Janeiro, 2024, v.12: e02199 | Publicado em: 20/02/2024

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269x.02199

Palavras-chave:

Inocuidade dos Alimentos, Composição de Alimentos, Qualidade

Resumo

Introdução: O mel das abelhas sem ferrão (ASF) se distingue do mel das abelhas Apis mellifera, por características sensoriais singulares como sabor agridoce e viscosidade fluida, despertando o aumento do interesse do consumidor. Embora nos últimos anos o número de produções científicas relativas ao tema tenha aumentado, é necessário que os artigos publicados sejam passíveis de replicação. Objetivo: Sanar importantes lacunas quanto ao mel de ASF no Brasil considerando a estruturação e a possibilidade de replicação dos estudos disponíveis, bem como a observação das características físico-químicas e microbiológicas do produto em vias de fundamentar uma legislação nacional. Método: Os nove passos descritos na Methodi Ordinatio foram seguidos. A busca de artigos foi feita nas plataformas SciELO, ScienceDirect, Scopus e Web of Science, utilizando as palavras-chave: “mel de abelhas sem ferrão”, “meliponicultura”, “características físico-químicas” e “propriedades microbiológicas”. Resultados: O conteúdo de 18 artigos foi analisado. Com base neste levantamento bibliográfico, o mel de ASF brasileiro de pelo menos de 31 das espécies foi avaliado. Portanto, há um grande número de espécies a serem exploradas quanto às suas  características físico-químicas, microbiológicas, bem como potencial antioxidante/microbiano de seus méis de muitas regiões brasileiras. Além disso, foram observadas variações muito grandes nas características físico-químicas dos produtos oriundos de diferentes espécies e regiões produtivas. Conclusões: A padronização de uma legislação nacional destinada ao mel de ASF só pode ser estabelecida a partir de estudos aprofundados, realizados com cada uma das espécies brasileiras, proporcionando mais segurança ao consumidor.

Biografia do Autor

Elisana Julek, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR, Brasil

Vitor Luis Fagundes, Curso de Farmácia, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR, Brasil

Juliana Chiesse da Silva Zatta, Laboratório de Controle de Qualidade e Segurança de Alimentos (LACQSA), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR, Brasil

Suelen Ávila Berthier, Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR, Brasil

Julia Arantes Galvão , Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR, Brasil

Downloads

Publicado

2024-02-20

Como Citar

Julek, E., Luis Fagundes, V., Chiesse da Silva Zatta, J., Ávila Berthier, S., & Arantes Galvão , J. (2024). Mel de abelhas sem ferrão no Brasil: análise bibliométrica e revisão sistemática: Vigil Sanit Debate, Rio de Janeiro, 2024, v.12: e02199 | Publicado em: 20/02/2024. Vigil Sanit Debate, Rio De Janeiro, 12, 1–10. https://doi.org/10.22239/2317-269x.02199

Edição

Seção

Revisão