Farmacovigilância no Brasil: perfil das notificações de produtos a base de espécies vegetais base de espécies vegetais

  • Luciane Otaviano de Lima Secretaria Estadual de Saúde (SESA-PR), Curitiba, PR
  • Milene Zanoni da silva Vosgerau Departamento de Saúde Comunitária, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR
  • Eliane Carneiro Gomes Departamento de Saúde Comunitária, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR
Palavras-chave: Farmacovigilância, Fitoterapia, Plantas medicinais, NOTIVISA

Resumo

As plantas medicinais, utilizadas milenarmente pela humanidade, constituem um elo frágil dentro do contexto terapêutico, tanto pela regulamentação, ainda em construção, como pelo uso indiscriminado por sua taxação de inocuidade. Desse modo, seu monitoramento e acompanhamento pela farmacovigilância são essenciais para identificar, avaliar, compreender e prevenir eventos não desejáveis relacionados com estes produtos. Com isso, o presente estudo objetivou identificar o perfil geral das notificações de produtos à base de espécies vegetais notificados como medicamento no Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária (NOTIVISA) de 2008 a 2012. Os dados foram obtidos do Sistema NOTIVISA e analisados no programa Epiinfo, versão para Windows 3.5.4. Foram analisadas 50.824 notificações referentes a medicamentos no período proposto, das quais 399 corresponderam a notificações de produtos a base de espécies vegetais, em que dez tratavam de eventos adversos e 389 de queixas técnicas. Dentre essas últimas, 48,6% corresponderam a notificações de “empresas sem Autorização de Funcionamento de Empresa (AFE)/produto com suspeita de estar sem registro”. Dentre todos os campos das notificações analisados foi verificado que aproximadamente 50% dos mesmos não estavam preenchidos, o que se torna um indicador da qualidade das notificações e fragiliza o processo da farmacovigilância.

Biografia do Autor

Luciane Otaviano de Lima, Secretaria Estadual de Saúde (SESA-PR), Curitiba, PR
Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas
Milene Zanoni da silva Vosgerau, Departamento de Saúde Comunitária, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR
Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, Professoras do Departamento de Saúde Comunitária
Eliane Carneiro Gomes, Departamento de Saúde Comunitária, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR
Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, Professoras do Departamento de Saúde Comunitária
Publicado
2015-02-24
Como Citar
de Lima, L., Vosgerau, M., & Gomes, E. (2015). Farmacovigilância no Brasil: perfil das notificações de produtos a base de espécies vegetais base de espécies vegetais. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 3(1), 105-115. https://doi.org/10.3395/2317-269x.00248
Seção
Artigo