Avaliação do monitoramento do teor de sódio em alimentos: uma análise comparativa com as metas de redução voluntárias no Brasil

  • Ana Paula Bortoletto Martins Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - IDEC
  • Giovanna Calixto Andrade Programa de Pós-Graduação em Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP
  • Daniel Henrique Bandoni Instituto de Saúde e Sociedade da Universidade Federal de São Paulo
Palavras-chave: Sódio, Alimentos industrializados, Monitoramento, ANVISA

Resumo

Objetivo: Analisar o monitoramento do teor de sódio em alimentos industrializados coordenado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e comparar os resultados com as metas de redução de sódio dos acordos voluntários assinados entre o governo brasileiro e representantes das indústrias de alimentos. Método: Utilizaram-se os dados dos quatro informes técnicos sobre o teor de sódio em alimentos processados publicados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, entre 2010 e 2014. Os informes técnicos foram caracterizados segundo ano de coleta dos dados, Estado, método de análise e número de amostras coletadas por categoria de alimento. Foram descritos os teores de sódio das categorias monitoradas pelo menos duas vezes e comparados com as metas voluntárias estabelecidas. Resultados e Discussão: Do total de categorias de alimentos monitoradas, apenas 39,6% foram avaliadas ao menos duas vezes. Entre as 34 categorias incluídas nos acordos voluntários, 53% foram monitoradas pelo menos uma vez. Mesmo antes do prazo, sete categorias de alimentos possuíam valor médio de teor de sódio abaixo das metas. Verificou-se falta de padronização e pequena abrangência do monitoramento do teor de sódio em alimentos e, consequentemente, dos acordos voluntários. Conclusão: Constataram-se fragilidades no monitoramento do teor de sódio em alimentos industrializados no Brasil, que poderão comprometer a efetividade dessa estratégia regulatória na saúde.

Biografia do Autor

Ana Paula Bortoletto Martins, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - IDEC
Nutricionista, Doutora em Nutrição em Saúde Pública, pesquisadora em alimentos do IDEC e pesquisadora colaboradora do NUPENS (Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nuitrção e Saúde) da USP.
Giovanna Calixto Andrade, Programa de Pós-Graduação em Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP
Possui graduação em Nutrição pela Universidade de São Paulo(2013). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP.
Daniel Henrique Bandoni, Instituto de Saúde e Sociedade da Universidade Federal de São Paulo
Graduado em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo (2002) , mestre em Saúde Pública (2006) pela Universidade de São Paulo (mestrado realizado com bolsa CNPq) e Doutor em Nutrição em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo. Atualmente é Professor Adjunto do Instituto de Saúde e Sociedade da Universidade Federal de São Paulo e Coordenador de Gestão do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar da Universidade Federal de São Paulo - CECANE UNIFESP. 
Publicado
2015-05-29
Como Citar
Martins, A. P., Andrade, G., & Bandoni, D. (2015). Avaliação do monitoramento do teor de sódio em alimentos: uma análise comparativa com as metas de redução voluntárias no Brasil. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 3(2), 56-64. https://doi.org/10.3395/2317-269x.00323
Seção
Artigo