Conhecimentos dos agentes de endemias: aplicação de bases teóricas sobre saneamento e ambiente

  • Leide Suzana Maia Secretaria Municipal de Saúde-Natal (SMS/Natal), Natal, RN, Brasil
  • Ozias Alves da Silva Secretaria Municipal de Saúde-Natal (SMS/Natal), Natal, RN, Brasil
  • Maísa Paulino Rodrigues Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil
  • Rosires Magáli Bezerra de Barros Secretaria Municipal de Saúde-Natal (SMS/Natal), Natal, RN, Brasil
  • Aíla Marôpo Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil
Palavras-chave: Dengue, Saneamento Básico, Meio Ambiente.

Resumo

Este estudo buscou identificar o conhecimento dos agentes de controle de endemias sobre saneamento básico e meio ambiente no município de Natal, capital do Rio Grande do Norte, em 2012. Trata-se de um estudo exploratório de abordagem quantitativa, realizado com 209 agentes do Programa Municipal de Controle da Dengue. Os dados foram coletados por meio de questionários e tabulados no programa Statistical Package for Social Sciences, com análise univariada de frequência, média e desvio padrão. Os resultados apontam que cerca de 50,0% dos agentes são constituídos por mulheres, 93,3% dos quais têm conhecimento a respeito de fornecimento de água potável, implantação de rede coletora de esgoto e drenagem, e coleta de lixo. Boa parte apresenta conheci-mento adequado sobre o destino final de resíduos (74,1%) e 95,2% afirmam que as ações de saneamento básico contribuem para a prevenção de doenças. Ressalta-se que 86,1% referiram adotar medidas contributivas para a preservação ambiental. A maioria dos agentes de controle de endemias (74,0%) apresentou um grau de conhecimento entre bom e ótimo.

Biografia do Autor

Leide Suzana Maia, Secretaria Municipal de Saúde-Natal (SMS/Natal), Natal, RN, Brasil
Graduada em Ciências Biológicas. Especialista em Vigilância Sanitária. Técnica da Vigilância Sanitária na Secretaria Municipal de Saúde de Natal/RN.
Ozias Alves da Silva, Secretaria Municipal de Saúde-Natal (SMS/Natal), Natal, RN, Brasil
Pedagogo. Especialista em Vigilância Sanitária. Técnico da Vigilância Sanitária na Secretaria Municipal de Saúde de Natal/RN.
Maísa Paulino Rodrigues, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil
Odontóloga. Professora do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFRN. Doutora em Ciências da Saúde.
Rosires Magáli Bezerra de Barros, Secretaria Municipal de Saúde-Natal (SMS/Natal), Natal, RN, Brasil
Psicóloga. Mestre em Psicologia Social. Doutoranda em Saúde Coletiva pelo Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFRN.
Aíla Marôpo Araújo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN, Brasil
Enfermeira. Pós-Graduanda em Enfermagem do Trabalho. Chefe da Vigilância Epidemiológica de Natal/RN. Professora Substituta da Escola de Enfermagem, UFRN/Natal/RN.
Publicado
2013-08-30
Como Citar
Maia, L., Silva, O., Rodrigues, M., Barros, R. M., & Araújo, A. (2013). Conhecimentos dos agentes de endemias: aplicação de bases teóricas sobre saneamento e ambiente. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 1(3), 27 - 34. Recuperado de https://visaemdebate.incqs.fiocruz.br/index.php/visaemdebate/article/view/56
Seção
Artigo