Análise espacial das informações de vigilância sanitária lançadas no Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS nas Regiões Intermediárias de Articulação Urbana do IBGE

  • Rosires Magali Bezerra de Barros Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Caiacó, RN
  • Heloisa Helena Gomes Lima Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Caiacó, RN
  • Íris do Céu Clara Costa Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Caiacó, RN
Palavras-chave: Sistema Único de Saúde, Vigilância Sanitária, Descentralização, Sistemas de Informação em Atendimento Ambulatorial

Resumo

Objetivo: Avaliar o indicador 41 da Pactuação de Diretrizes, Objetivos, Metas e Indicadores de 2013–2015, realizar o mapeamento e a análise dessas informações, considerando as Regiões Intermediárias de Articulação Urbana. Metodologia: Estudo ecológico e descritivo, realizado no Brasil, com coleta de dados no SIA/SUS do Datasus, análise de dados no SPSS Statistics (média e proporções) e análise espacial por intermédio do software TerraView. Resultados e discussão: Observou-se que as ações básicas de vigilância sanitária, preconizadas pelo indicador 41, não são registradas no SIA/SUS por todos os municípios, mesmo sendo esperado, com o processo de descentralização, que esses estruturem minimamente seus serviços. Foi constatada fraca dependência espacial do indicador 41 nas RIAU, no período do estudo (Moran I = 0,326; p = 0,010) e ainda foi evidenciado que a meta estabelecida para o indicador 41 está distribuída de forma dispersa nas 161 regiões, não existindo uma uniformidade quanto ao indicador nessas regiões. Conclusão: É possível, por meio das RIAU, conhecer o perfil do indicador 41 e inferir que essas ações registradas no SIA/SUS encontram-se, ainda, em processo de implantação e estruturação nos municípios brasileiros, com a finalidade de alcançar a efetiva descentralização da vigilância sanitária no país.

Biografia do Autor

Rosires Magali Bezerra de Barros, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Caiacó, RN
Professora da Escola de Saúde da UFRN.
Heloisa Helena Gomes Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Caiacó, RN
Enfermeira. Gestora Hospitalar. Mestranda em Saúde Coletiva da UFRN.
Íris do Céu Clara Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Caiacó, RN
Professora do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UFRN.
Publicado
2017-03-07
Como Citar
Barros, R. M., Lima, H. H., & Costa, Íris do C. (2017). Análise espacial das informações de vigilância sanitária lançadas no Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS nas Regiões Intermediárias de Articulação Urbana do IBGE. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 5(1), 23-28. https://doi.org/10.22239/2317-269x.00902
Seção
Artigo