Fluoride concentration and labeling requirements of mineral bottled water from Brazil

  • Daniele Esteves Pepelascov Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
  • Mitsue Fujimaki Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
  • Jaime Aparecido Cury Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP), Piracicaba, SP
  • Cínthia Pereira Machado Tabchoury Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP), Piracicaba, SP
  • Jorge Ulises Guerra Villalobos Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
  • Raquel Sano Suga Terada Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
Palavras-chave: Fluoretos, Consumo Comercial de Água, Água Engarrafada, Rotulagem de Alimentos, Prevenção Primária

Resumo

TÍTULO PT: Concentração de fluoreto e rotulagem de águas minerais engarrafadas no Brasil

Introdução: Águas minerais contém fluoreto (F) em sua composição natural porém os benefícios e os riscos da concentração presente não são claramente informados. Objetivo: O objetivo deste estudo foi determinar a concentração de F em águas minerais engarrafadas e verificar se as concentrações encontradas: (1) condiziam com as informadas no rótulo e (2) eram coerentes com o declarado quanto aos benefícios anticáries e risco de fluorose. Método: Dois lotes de vinte diferentes marcas, em todas as formas de apresentação comercial, foram analisadas. A concentração de F foi determinada em duplicata, utilizando um eletrodo íon-específico. Os rótulos foram analisados em relação a concentração de F informada. Resultados: A média de F encontrada foi de 0,08 ppm, variando entre <0,05 a 0,33 ppm. As concentrações de F encontradas foram, em geral, consistentes com a concentração informada. Nenhuma das águas analisadas apresentou concentração suficiente pra ter efeito anticárie tampouco para risco de fluorose. Entretanto, 19 das 20 marcas destacavam nos rótulos que se tratavam de “água mineral fluoretada”, sugerindo que as concentrações presentes seriam “ótimas” em termos de benefício/risco do uso do F. Conclusões: Com o objetivo de evitar informações que poderiam confundir o consumidor, a legislação sobre a concentração de F em águas minerais, assim como a rotulagem deveria ser revisada.

Biografia do Autor

Mitsue Fujimaki, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
Professora Associada do Departamento de Odontologia
Publicado
2017-08-31
Como Citar
Pepelascov, D., Fujimaki, M., Cury, J., Tabchoury, C., Villalobos, J., & Terada, R. (2017). Fluoride concentration and labeling requirements of mineral bottled water from Brazil. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 5(3), 24-29. https://doi.org/10.22239/2317-269x.00871
Seção
Artigo