A era da nanoescala na Saúde

  • William Waissmann Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz)

Biografia do Autor

William Waissmann, Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz)

Possui graduação em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (1993), doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (2000) e Fellow no Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health / Mount Sinai School of Medicine (Impactos das Nanotecnologias à Saúde e ao Ambiente). Atualmente é pesquisador-titular da Fundação Oswaldo Cruz e médico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. É membro do WHO NANOH Developing Group de asssessoria da organização mundial de saúde na área de nanotecnologias, nanomateriais, saúde ocupacional e ambiental. Orientou 30 dissertações de mestrado e teses de doutorado. Tem experiência nas áreas de Saúde Coletiva, Vigilância Sanitária/Regulação, Endocrinologia, Nanotecnologias e Divulgação do Conhecimento Científico, com ênfase em: desenvolvimentos, usos, impactos, regulação e governança de nanotecnologias e novas tecnologias, efeitos endócrino-metabólicos, alimentares, nutricionais e impactos gerais à saúde e ambiente determinados por contaminantes e condições ambientais, laborais e novas tecnologias, incluindo doenças transmitidas por alimentos, agrotóxicos e poluentes orgânicos persistentes.

CV: http://lattes.cnpq.br/0745659049466597

Publicado
2013-11-29
Como Citar
Waissmann, W. (2013). A era da nanoescala na Saúde. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 1(4), 02-03. Recuperado de https://visaemdebate.incqs.fiocruz.br/index.php/visaemdebate/article/view/175