Análise das notificações de queixas técnicas em tecnovigilância em hospital universitário público

  • Marcia Danieli Schmitt Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Maria do Carmo Fernandez Lourenço Haddad Universidade Estadual de Londrina(UEL), Londrina, PR
  • Mariana Angela Rossaneis Universidade Estadual de Londrina(UEL), Londrina, PR
  • Paloma de Souza Cavalcante Pissinati Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
  • Marli Terezinha Oliveira Vannuchi Universidade Estadual de Londrina(UEL), Londrina, PR
Palavras-chave: Gestão da Segurança, Segurança do Paciente, Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde, Administração de Materiais no Hospital, Vigilância Sanitária

Resumo

Objetivo: Analisar as notificações de queixas técnicas em tecnovigilância em hospital universitário público. Métodos: Estudo transversal, retrospectivo, descritivo, de abordagem quantitativa, realizado em um hospital universitário público. A coleta de dados ocorreu por meio do levantamento das notificações de queixas técnicas de inconformidades relacionadas a materiais médico-hospitalares utilizados na área da saúde e submetidas ao Sistema de Notificação e Investigação em Vigilância Sanitária (Notivisa). Os dados foram transcritos e tabulados no programa de análise estatística Statistical Package for Social Sciences (SPSS) versão 20.0. Resultados: Dentre as 207 notificações, 83,70% relacionavam-se a alterações do próprio produto, destas, 97,10% apresentavam suspeita de desvio de qualidade e os produtos mais notificados foram o equipo (33,80%), a seringa (8,20%) e a luva (8,20%). Quanto à classificação de risco, 72,00% apresentaram médio risco e 4,80% risco máximo a saúde. Conclusão: As notificações analisadas foram, em sua maioria, de produtos médico-hospitalares amplamente utilizados nos serviços de saúde, colocando em risco a segurança do paciente. Assim, notificar as falhas possibilita identificar problemas antes de causar danos, contribuindo com a vigilância pós-mercado.

Biografia do Autor

Marcia Danieli Schmitt, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
Mestranda em Enfermagem. Universidade Federal de Santa Catarina. Santa Catarina, SC, Brasil.
Maria do Carmo Fernandez Lourenço Haddad, Universidade Estadual de Londrina(UEL), Londrina, PR
Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente da Universidade Estadual de Londrina. Londrina-PR-Brasil. 
Mariana Angela Rossaneis, Universidade Estadual de Londrina(UEL), Londrina, PR
Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Universidade Estadual de Londrina. Londrina-PR-Brasil.
Paloma de Souza Cavalcante Pissinati, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR
Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem. Universidade Estadual de Maringá. Maringá-PR -Brasil. 
Marli Terezinha Oliveira Vannuchi, Universidade Estadual de Londrina(UEL), Londrina, PR
Enfermeira. Doutora em Saúde Pública. Docente da Universidade Estadual de Londrina.  Londrina-PR-Brasil. 
Publicado
2016-08-30
Como Citar
Schmitt, M., Haddad, M. do C., Rossaneis, M., Pissinati, P. de S., & Vannuchi, M. T. (2016). Análise das notificações de queixas técnicas em tecnovigilância em hospital universitário público. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 4(3), 35-41. https://doi.org/10.22239/2317-269x.00750
Seção
Artigo