Condições higiênico-sanitárias das cantinas escolares da rede estadual de ensino no município de Palmeira das Missões, Rio Grande do Sul

  • Daiane Piovesan Verdum Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
  • Juliane Pereira da Silva Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
  • Fernanda Copatti Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
  • Maiara Batista Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
  • Larissa Santos Pereira Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
  • Vanessa Ramos Kirsten Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
  • Carla Cristina Bauermann Brasil Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Palavras-chave: Alimentação Escolar, Boas Práticas de Manipulação, Legislação sobre Alimentos, Qualidade dos Alimentos, Vigilância Sanitária

Resumo

Introdução: A comercialização de alimentos nas cantinas escolares necessita de controle das condições higiênico-sanitárias, desde o início da produção até a distribuição final do alimento, garantindo, assim, a sanidade do produto ofertado. Objetivo: Este estudo objetivou avaliar o nível de adequação das cantinas escolares da rede estadual de ensino de Palmeira das Missões (Rio Grande do Sul) quanto às boas práticas de manipulação de alimentos. Método: O diagnóstico das condições higiênico-sanitárias das cantinas foi realizado a partir da aplicação da lista de verificação pertencente a Portaria nº 817, de 10 de maio de 2013, a qual possui um instrumento de avaliação que ressalta os aspectos higiênico-sanitários de maior impacto para a saúde. Resultados: Das seis cantinas avaliadas, verificou-se um índice de adequação médio de 17,05%, abaixo do preconizado pela literatura científica e legislações vigentes. A categoria com maior percentual de adequação foi referente ao controle integrado de vetores e pragas urbanas (55,56%). As demais categorias avaliadas apresentaram menos de 35,00% de adequação. Conclusões: Desta forma, estas cantinas não se encontram em condições adequadas para a produção e distribuição de alimentos seguros aos escolares, sendo necessárias adequações com as legislações sanitárias para buscar melhorias na qualidade dos alimentos ofertados.

Biografia do Autor

Daiane Piovesan Verdum, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Nutricionista.
Juliane Pereira da Silva, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Graduanda do curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria.
Fernanda Copatti, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Graduanda do curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria.
Maiara Batista, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Graduanda do curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria.
Larissa Santos Pereira, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Graduanda do curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria.
Vanessa Ramos Kirsten, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Professora Adjunta Nível III da Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é Coordenadora do Curso de Nutrição (Campus - Palmeira das Missões), docente pelo Departamento de Alimentos e Nutrição (UFSM/PM) e do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia da UFSM. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mestre em Medicina e Ciências da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Especialista em Alimentação e Nutrição na Atenção Básica pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/FIOCRUZ) e Especialista em Nutrição Clínica pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (UNISINOS). Graduou-se Nutricionista pelo Centro Universitário Franciscano (UNIFRA). Foi professora assistente dos Cursos de Nutrição da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) e do Centro Universitário Franciscano (UNIFRA). Atua principalmente na área: Saúde do Adolescente e Políticas Públicas de Alimentação e Nutrição.
Carla Cristina Bauermann Brasil, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Palmeira das Missões, RS
Possui graduação em Nutrição pelo Centro Universitário Franciscano, especialização em Qualidade de Alimentos pelo Centro Brasileiro de Estudos Sistêmicos, licenciatura pelo Programa Especial de Graduação de Formação de Professores para a Educação Profissional, mestrado e Doutorado em Ciência e Tecnologia dos Alimentos pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) na linha de pesquisa Qualidade de Alimentos. Atua como docente do Curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria - campus Palmeira das Missões e participa de projetos e atividades acadêmicas nas áreas de nutrição e ciência e tecnologia de alimentos, com ênfase em ferramentas para controle da qualidade, segurança dos alimentos e gerenciamento de Unidades de Alimentação e Nutrição.
Publicado
2017-11-30
Como Citar
Verdum, D., Silva, J., Copatti, F., Batista, M., Pereira, L., Kirsten, V., & Brasil, C. (2017). Condições higiênico-sanitárias das cantinas escolares da rede estadual de ensino no município de Palmeira das Missões, Rio Grande do Sul. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 5(4), 17-23. https://doi.org/10.22239/2317-269x.00960
Seção
Artigo