Avaliação do hábito de leitura e da compreensão da rotulagem por consumidores de Niterói, RJ

  • Bianca Ramos Marins Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ
  • Silvana do Couto Jacob Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (INCQS/Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ
Palavras-chave: Rotulagem de Alimentos, Cidadão, Informação, Vigilância Sanitária

Resumo

A rotulagem de alimentos representa o elo entre o consumidor e o produto, sendo importante canal de comunicação acerca das características do produto. O presente estudo avaliou o hábito de leitura e a compreensão dos rótulos de produtos alimentícios por frequentadores de supermercados do município de Niterói, RJ, nos meses de setembro a dezembro de 2003. Foram realizadas entrevistas individuais, sendo usado como instrumento de estudo um questionário semiestruturado sobre os rótulos, aplicado a 400 indivíduos. Os dados obtidos foram compilados e processados em um banco de dados e as avaliações estatísticas foram realizadas pelo programa SPSS, versão 10 (p < 0,05). Os resultados referentes à parte quantitativa do estudo evidenciaram que o hábito de leitura dos rótulos dos produtos alimentícios é realizado por cerca de 61,0% dos entrevistados; o Percentual de Valor Diário expresso pela simbologia (%VD) é compreendido por apenas 5,5% na população estudada. Dentre os entrevistados, 54,3% confiam parcialmente nas informações dos rótulos e 74,8% sugeriram mudanças que poderiam facilitar a compreensão das informações pelos consumidores. Constatou-se a necessidade de se desenvolver e aperfeiçoar medidas educativas e políticas públicas na área de comunicação pelos órgãos de Vigilância Sanitária, visando ampliar o uso da rotulagem de alimentos pelo consumidor.

Biografia do Autor

Bianca Ramos Marins, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), Rio de Janeiro, RJ

Possui graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2002), Mestrado e Doutorado em Vigilância Sanitária pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde/Fiocruz. Experiência na área de Saúde Coletiva com enfoque em Vigilância Sanitária de alimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: higiene de alimentos, rotulagem de alimento, legislação sanitária, comunicação em saúde. Atualmente é Professora-Pesquisadora do Laboratório de Vigilância em Saúde da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/Fiocruz.

CV: http://lattes.cnpq.br/8822238005366351

Publicado
2015-08-26
Como Citar
Marins, B., & Jacob, S. (2015). Avaliação do hábito de leitura e da compreensão da rotulagem por consumidores de Niterói, RJ. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 3(3), 122-129. https://doi.org/10.3395/2317-269x.00203
Seção
Artigo