Editorial

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269X.01428

Palabras clave:

Rede Sentinela, Vigilância Sanitária

Resumen

A publicação deste número temático da revista Vigilância Sanitária em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia (Visa em Debate) dá início às comemorações dos 18 anos da Rede Sentinela, maioridade que será completada em 2020, dedicada à divulgação de experiências e resultados dos trabalhos desenvolvidos pela atuação em rede. Implantar e manter uma rede colaborativa em âmbito nacional não são tarefas fáceis.
Requerem uma forte interação entre as instituições que atuam sobre o objeto de trabalhoda Rede, possibilitando a troca de ideias, a construção coletiva do conhecimento e o compartilhamento de informações e de experiências exitosas.

Descargas

Los datos de descarga aún no están disponibles.

Biografía del autor/a

  • Ana Paula Coelho Penna Teixeira, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Brasília, DF

    Trabalho na Anvisa, atualmente na Gerência de Hemo, Bio vigilância e outros produtos sujeitos a vigilância sanitária. É especialista em regulação e vigilância sanit da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Coletiva. Trabalhou como Fisioterapeuta em uma clínica neurológica e no SUS em uma Unidade de Terapia Intensiva.

  • Mary Anne Fontenele Martins, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Brasília, DF

    Graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual do Ceará (1998), Especialização em Vigilância Sanitária pela Fiocruz (2008), Especialização e Mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará (2003). Doutoranda em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília. Participação na equipe de implantação das Mircroregioões de Saúde do Ceará e atuação na Regional de Saúde de Maracanaú (2002-2005). Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde 2005. Nesta Agência, atuação na Gerencia Geral de Regulação Econômica, responsável pelo planejamento da área e elaboração do projeto de Avaliação de Tecnologias em Saúde para o Termo de Cooperação Técnica Internacional TC 37 ? OPAS. Participação na equipe de elaboração do Plano Diretor de Vigilância Sanitária e na organização da Secretaria Executiva do Conselho Consultivo da Anvisa.Ouvidora substituta da Agência (2007-2010), desenvolvendo projetos de participação e controle social. Gerente Geral da área responsável pelo registro de Saneantes da Anvisa (2011-2012). Desde 2013, na Assessoria de Planejamento, responsável pela elaboração/monitoramento do Contrato de Gestão e do Relatório de Gestão da Anvisa. Coordenação e articulação dos projetos de cooperação técnica com os organismos internacionais (OPAS e PNUD). Participação na equipe de desenvolvimento do modelo de avaliação das ações de vigilância sanitária - Projeto PROADI-SUS. Participante da equipe de criação da Fábrica de ideias e do Laboratório de Inovação da Anvisa. Coordenação do processo de elaboração da Política de Gestão de Riscos da Anvisa e sua implantação. Conhecimentos em vigilância sanitária, gestão, planejamento estratégico em saúde e avaliação em saúde; elaboração e gestão de projetos, elaboração de indicadores e metas, e aplicação das técnicas de identificação e gestão de riscos nas organizações públicas.

Publicado

2019-11-26

Cómo citar

Editorial. (2019). Vigilancia En Salud En Debate: Sociedad, Ciencia Y Tecnología, 7(4), 1-2. https://doi.org/10.22239/2317-269X.01428

Artículos similares

1-10 de 428

También puede Iniciar una búsqueda de similitud avanzada para este artículo.