Reflexões sobre a “Operação Carne Fraca”

Autores

  • Maria Helena Simões Villas Bôas Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (INCQS/FIOCRUZ) Autor

DOI:

https://doi.org/10.22239/2317-269X.01092

Palavras-chave:

vigilância sanitária, operação carne fraca

Resumo

A Globalização é, por definição, um processo que proporciona a integração entre economias, culturas, ambientes e mercados de diferentes países. Segundo Abílio1, a sociedade atual está construída em torno de fluxos: fluxos de capital, fluxos de informação, fluxos de tecnologia, fluxos de interação organizacional, fluxos de imagens, sons e símbolos. Esses fluxos sensibilizam toda nossa vida econômica, política e simbólica.
Sendo a alimentação uma importante atividade humana que envolve não somente razões biológicas evidentes, mas também aspectos econômicos, sociais, científicos, políticos, psicológicos e culturais, ela é impactada diretamente pelo fenômeno da Globalização2.
Recentemente em nosso país, foi deflagrada a “Operação Carne Fraca”, que, supostamente, revelou um esquema de compra de licenças sanitárias por frigoríficos. Todas as notícias advindas dessa operação tiveram ampla divulgação na mídia nacional e internacional.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Publicado

2017-11-30

Edição

Seção

Editorial

Como Citar

Reflexões sobre a “Operação Carne Fraca”. (2017). Vigilância Sanitária Em Debate , 5(4), 1. https://doi.org/10.22239/2317-269X.01092

Artigos Semelhantes

1-10 de 421

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>