Nota dos Editores

Autores

  • Daniella Guimarães de Araújo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (INCQS/FIOCRUZ)
  • Geraldo Lucchese Câmara dos Deputados, Consultoria Legislativa
  • Isabella Fernandes Delgado Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (INCQS/FIOCRUZ)
  • Maria Helena Simões Villas Bôas Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (INCQS/FIOCRUZ)

DOI:

https://doi.org/10.3395/2317-269x.00787

Palavras-chave:

Vigilância Sanitária, Aedes Aegypti, Zica, Chikungunya

Resumo

Nesse momento, no Brasil, existem inúmeras pesquisas sendo conduzidas visando o escla-recimento de aspectos clínicos e epidemiológicos da doença provocada pelo ziKa vírus. No cerne desse problema, um alvo que tem se mostrado inabalável – o mosquito Aedes aegypti, transmissor não só do vírus da zika, mas também da dengue e da chikungunya. Assim, observamos tempos difíceis para a saúde pública, sendo necessária uma soma de conhecimentos da ciência, gestão e sociedade que favoreça diálogos e estratégias mais efetivas para o controle desse vetor. Em consonância com este esforço, neste número, a revista Visa em Debate apresenta dois textos, que trazem uma abordagem muito própria da Vigilância Sanitária.

Downloads

Publicado

2016-05-31

Como Citar

Araújo, D. G. de, Lucchese, G., Delgado, I. F., & Villas Bôas, M. H. S. (2016). Nota dos Editores. Vigilância Sanitária Em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia (Health Surveillance under Debate: Society, Science & Technology) – Visa Em Debate, 4(2), 1. https://doi.org/10.3395/2317-269x.00787

Edição

Seção

Nota dos Editores

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>